Tribunal destinou mais de 13 toneladas de resíduos para a reciclagem em 2018

15:04 | 09 de janeiro de 2019




DA CASA - O Tribunal destinou mais de 13 toneladas de resíduos para a reciclagem em 2018, além de dar a destinação ambientalmente correta a outros 284 bens permanentes considerados irrecuperáveis.

Os dados são da Seção de Gestão Socioambiental e incluem apenas aqueles gerados dentro da própria instituição, não considerando os trazidos de casa por servidores/magistrados e terceirizados e que são recolhidos às sextas-feiras pelo instituto Nassar.

Entre os itens considerado como bens de consumo que tiveram a destinação correta estão papel, plástico, vidros, pilhas e baterias, além de toners de impressoras e resíduos de saúde.

No caso dos bens permanentes, foram descartados 93 mobílias (como cadeiras, armários, estantes, quadros, carrinhos de transportes, e eletrodomésticos como fogão, frigobar, e ventiladores) e 191 eletrônicos (telefone, fax, bebedouro, cortador de grama etc.). Os itens não puderam ser doados pelo Tribunal a outros órgãos e entidades por serem classificados como irrecuperáveis.

Atualmente, o TRT mantém parceria com duas cooperativas de catadores para a destinação de resíduos, além de contar com o apoio de outros quatro colaboradores, responsáveis pela destinação ambientalmente adequada.

 

 

 

 

 

Comentários


+ Notícias

COVID19 - Veja o que o Tribunal fez e está fazendo por você!

DA CASA - Durante o teletrabalho, o Tribunal tem atuado para minimizar os impactos da...

13 de agosto de 2020


PETS EM CENA - Servidora apresenta Carlito José, Rubi Maria, Bambina Maria e Nina Princesa

DA CASA - Carlito José, Rubi Maria, Bambina Maria e Nina Princesa Maria formam o quarteto...

13 de agosto de 2020


Varas do interior começam a ser adequadas para retorno ao trabalho presencial

DA CASA - Ainda não há uma data para o retorno das atividades presenciais, contudo, o...

13 de agosto de 2020


Veja todos(as)

+ Da Casa